quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

OBAMA, Benedita e a Diferença entre Moral e Ética

O QUE Benedita discobrirá no fundo dos olhos de Obama? PARTE I - Li há dois dias que a ex-Ministra do Governo Lula, Benedita da Silva vai juntar-se a uma comitiva de duzentas e tantas mulheres de todo o mundo que visitará o recém-eleito Barack Obama. Benedita, como devem lembrar os providos de excelente memória, foi o primeiro membro do Governo Lula a cair por um desvio considerado gravíssimo à época: viajara a Buenos Aires às expensas de seu Ministério para participar de um encontro de sua Igreja Evangélica.Não faltou quem dissesse que era racismo, outros que era obra da tal 'zelite' e outros das oligarquias que não se conformavam com a chegada do proletariado ao poder. Assim, Benedita foi cruxificada. Logo depois estourou o escândalo do mensalão, Roberto Jefferson, Marcos Valério, Dólares na Cueca, Caseiro Francenildo, malas de dinheiro, dossiês contra o Serra, grana paga ao publicitário em Nóviórqui e a Benedita ficou esquecida lá longe nos escaninhos da memória dos escÂndalos. Agora, em plena era OBAMA, Benedita diz que quer olhá-lo 'olhos-nos-olhos', vis a vis.

O QUE Benedita discobrirá no fundo dos olhos de Obama? PARTE I I - Já ia me esquecendo do título do post e a diferença sobre Moral e Ética. Obama recém assumiu com três pepinos éticos e confessou hoje que botou os pés pelas mãos no episódio de um de seus mais eficientes colaboradores na área de saúde pública. E foi-se o incauto aos leões. Na moral de todos os países e de quase todas as raças, matar ou roubar são ações sancionadas pela mão do pajé ou dos tribunais, pela lei dos homens ou pela lei de Deus ou dos deuses, sob o nome que a divindade ostente. A antropologia de Foustel ou a psicanálise de Freud explicam. Del Vecchio, que organizou a filosofia do Direito, também. É comum a MORAL dos povos, como regra geral, punir como crime as duas situações - matar ou roubar. Porém, é no campo da ÉTICA que as coisas se desorganizam e que as visões estrábicas, afastam-se como o fogo da água. Benedita, hoje não cairia de seu ministério nem a pau, nem a ferro, nem a fogo. Mas lá, ao contrário, o segundo pepino para Obama descascar foi o da indicação para Chefia de Finanças da Casa Branca. Qual o pecado da indicada? Um desvio no recolhimento de imposto de renda que atualizado dava 300 doletas. Nem um barão de real. E lá foi-se a fiel escudeira de Obama, desde tempos imemoriais, aos leões. Ahh, ia me esquecendo: um outro cabra bom da peste indicado por Obama havia sonegado, mas já recolhido 140 mil dólares ao fisco norte-americano. Dane-se que pagou o que devia. Já e rápido aos leões, também. Em síntese, o leão de lá não tem seus afiados dentes e garras no fisco, mas, na consciência ética que reside na base do contrato social. Já aqui, Renan é padrinho de Sarney que troca cargos na mesa da Câmara Alta por votos com a naturalidade ética de nossa República DE Bananas. O que Benedita encontrará no fundo dos olhos de Obama?

Um comentário:

POMBA NA BALAIA disse...

Recusa o comentário e olha no Pomba, vc vai adora...
Abração