sexta-feira, 27 de março de 2009

MUNDO CÃO - Chamou a polícia pra pegar namorado pedófilo e acabou em cana por transar com o cãozinho de estimação

ZOÓFILA, aarrggghhh - Quando vi a chamada achei que era engano e que publicavam novamente o caso da inglesa de Essex (post de 22/2 aqui no Mais Barulho reproduzido abaixo) que confessou em juízo traçar seu cãozinho. Porém, infelizmente a doença parece ser mais comum do que imaginamos. Nem todos países condenam tal prática à ilegalidade.

Michelle Owen (24), norte-americana de Whiteland, Indiana (EUA), acabou em cana após a polícia encontrar em seu lépistópis dois vídeos em que ela aparecia em concurso carnal com seu cachorrinho de estimação. A raça não foi informada. Ela ainda tentou justificar que fez os vídeos "quando estava bêbada e mal se lembra" do que aconteceu. Já sóbria, a demente tentou "deletar" as imagens, entrando em cena, então, o inusitado de almeida. Michelle chamou a polícia para rastrear em seu lépstópis a possível navegação de seu namorado por sites de pornografia infantil. Na busca, os homi encontraram na pasta "lixeira" dois vídeos em que ela aparece transando com o cão. Agora esla está encarcerada na cadeia do condado de Johnson. MAIS EM G1 > Planeta Bizarro - NOTÍCIAS - Americana é presa após gravar vídeos de sexo com cão


Enquanto isso, nesse mundo louco: INGLATERRA - Mulher admite sexo com cão e pode ser presa. Uma inglesa de Essex, pode ser 'encanada' após ter admitido em juízo que fez sexo com o seu cão. Patricia Newman, 40 anos, revelou ao tribunal local ter treinado o animal de estimação para a conjunção heterodoxa. Pesam contra ela outras 15 acusações ligadas a pornografia infantil, porém, negadas. Leia mais sobre esse sexo literalmente animal em http://www.destak.pt/artigos.php?art=21901

WIKIPEDIA -

Ilustração : Paul Avril, pseudônimo de Édouard-Henri Avril (Argel, 21 de maio de 1843 — Le Raincy, 1928) foi um pintor e ilustrador francês, conhecido por suas gravuras eróticas. Avril estudou na Escola de Belas Artes de Marselha (1871 a 1873) e de Paris (1874 a 1878). Desde 1978 suas obras encontravam-se assinadas com as iniciais "E. Avril", entretanto, adotou o pseudônimo "Paul Avril" quando foi convidado a ilustrar o romance "Fortunio", de Théophile Gautier, com imagens "obscenas"[1].

Zoofilia - do grego ζωον (zôon, "animal") e φιλία (filia, "amizade" ou "amor"), é uma parafilia definida pela atração ou envolvimento sexual de humanos com animais. Tais indivíduos são chamados zoófilos. Os termos zoossexual e zoossexualidade descrevem toda a gama de orientação humana/animal. Um outro termo, bestialidade, se refere ao ato sexual entre um humano e um animal não-humano (chamado a partir daqui apenas "animal"). Porém, são termos distintos: nem toda pessoa que pratica bestialidade tem atração por animais, e nem todo zoófilo pratica atividade zoossexual.

Um comentário:

Anacreonte disse...

é lespaul, tá até no casa grande e senzala, do gilberto freyre, a inciação sexual com animais da fazendo é prática corriqueira no brasil há séculos :)