segunda-feira, 1 de setembro de 2008

BURNING MAN Festival Black Rock City

My brother and my sister: The LesPaul Corvette Truth! Na aurora rosiclér de 25/26 de agosto fui jogado semi-desmaiado em um monomotor que decolou de uma pista clandestina no deserto de Nevada com destino a Rockport no Texas, próximo a Corpus Christy. Lá embarquei em uma lata velha que transportava farinha de milho pelo mar das Caraíbas afora. Isso vocês já leram nos posts mais abaixo. E, assim, sabem como fui parar em meio ao Gustav Hurricane. Era o primeiro dia perambulando com o velho mordomo de 2 metros de altura em meio aquele clima de abriram a porta do hospício, stile bicho grilo de feirinha de artesanato. De todos os quilates. Todos olhavam-no com respeito reverencial. Consumi tudo e todas e se a luz das estrelas não me enganou, um índio velho e encarquilhado por bizilhões de rugas transformou aquela viagem sinistra pelos céus de Nevada em uma fantástica aquarela de neons de todas as cores. Sobrevoei - acho - Las Vegas e Phoenix, Tucson, Las Cruces e El Paso, Chihuahua, Piedras Negras e Corpus Christy, cidades e vilarejos sobrevistos de razantes em razantes nas grandes extensões texanas. O velho índio pilotava como ninguém. A experiência em distribuir seu 'feno turbinado' pelas 'bocas' americanas mais recônditas o tornara um hábil piloto, um louco desencilhado. Ou seja, no primeiro dia do Burning Man Festival, acompanhando o mordomo do juiz maconheiro, saí do ar - ou melhor, acabei literalmente voando nas asas de um co-manche mutcholôco. Entenda: http://www.burningman.com/
Esse é o link para visita virtual à concentração que reuniu entre 25 de agosto e 1º de setembro 49.599 participantes no louquíssimo festival anual Burning Man em Black Rock City. São competições e instalações realizadas durante uma semana no deserto de Nevada, nos EUA. Na foto tirada por Brad Horn da AP a performance do grupo Suenos Del Agave.

Um comentário:

Bob disse...

brother, eu não sei o que tu andas tomando.....
MAS EU TAMBÉM QUERO!!!!!!